A Importância dos Respiradores no Trabalho

Compartilhe!
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Os acidentes de trabalho e doenças ocupacionais continuam muito comuns em todos os setores do trabalho, porque embora existam muitas formas de minimizar esses problemas, eles acabam ocorrendo, seja por descuido ou falta de equipamento de proteção.

Os EPIs (Equipamentos de Proteção Individuais), devem estar presentes em quase todas as atividades trabalhistas, eles foram criados para proteger a saúde física e mental dos profissionais e devem ser disponibilizados pela empresa, que contratou os trabalhadores. Entre os equipamentos de proteção individual, podemos destacar os respiradores.

A importância dos respiradores no trabalho

Os respiradores para o trabalho, são equipamentos que protegem a respiração, eles podem ser máscaras, ou simplesmente respiradores. A grande importância dos respiradores, é que eles evitam que os trabalhadores inalem substâncias contaminadas geradas por agentes químicos, como: vapores, gases, fumos, névoas e poeiras.

Os respiradores também são essenciais em ambientes do trabalho com pouco ou nenhum oxigênio. O uso dos respiradores é obrigatório por lei e os donos das empresas devem se certificar que o equipamento realmente protegerá o trabalhador.

Os responsáveis pela saúde e integridade física dos empregados devem adquirir os respiradores de acordo com o Fator de Proteção Atribuído, que consiste em um parâmetro que indica quantas vezes a concentração do poluente no ar inspirado pelo trabalhador será menor que o encontrado no lado externo.

A eficácia do respirador vai depender do profissional de segurança do trabalho, pois ele é o responsável pelo melhor equipamento, sem falar que os tralhadores também devem fazer a sua parte, pois precisam seguir todas as recomendações encontradas no Fundacentro, chamada “Programa de Proteção Respiratória”. Outra dica boa é o Manual de Proteção Respiratória, da ABHO, que possui um capítulo inteiro, ensinando como escolher os equipamentos e resolver problemas.

Programa de proteção respiratória

O setor de segurança do trabalho de cada empresa deve possuir um programa de proteção respiratória específico, que se adéque às necessidades do estabelecimento. Em geral, o programa de proteção respiratória encontrado nas empresas possui: avaliações médicas, procedimentos para a escolha dos respiradores, teste de vedação dos respiradores, treinamento para o uso adequado dos equipamentos, e muito mais.

O programa de proteção respiratória no ambiente de trabalho também inclui, procedimentos para a limpeza, manutenção, descarte, reparos, desinfecção e armazenamento dos respiradores, testes de qualidade para uso seguro no ar poluído, treinamento para riscos respiratórios, conhecimento das limitações dos respiradores e outros.

O programa de proteção respiratória é muito longo e complexo, mas é obrigatório em todas as empresas, principalmente as que trabalham nos ramos que envolvem produtos químicos no ar.

Muitos cheiros ou sabores não são sentidos no ar, mas estão ali e podem ser prejudiciais, por isso, é função do técnico de segurança do trabalho determinar quando os trabalhadores precisam usar os respiradores.

É importante dizer que existem dois tipos de respiradores que podem ser usados pelos trabalhadores, são os supridores de ar e os purificadores de ar. Esses equipamentos de proteção individual, se usados corretamente, podem salvar muitas vidas. Entre os profissionais que usam os respiradores, podemos falar dos bombeiros, que sempre estão no meio da fumaça e se a inalarem, podem ter graves problemas de saúde e até morrerem.

Compartilhe!
Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *